Inflação Acumulada 2019

Confira como está a inflação acumulada 2019, nos últimos 12 meses, atual (hoje) e de 2018. Ainda vamos falar da previsão de mercado para 2019 e 2020., do dólar, PIB, taxa Selic, IPCA e taxa da inflação.

A inflação acumulada 2019 está em 3,59%, no mesmo período do ano passado a taxa era de 2,49%. A inflação em dezembro de 2019 fechou em baixa, marcando -0,21%, nos últimos 12 meses está em 4,04%, enquanto nos ano anterior estava em 2,80%.

Inflação acumulada 2019

O ajuste das contas públicas deve ser determinante para a trajetória da inflação em 2019, assim como o câmbio.

  • Em 2018, o real perdeu 14,5% de seu valor para o dólar, registrando a quarta pior colocação entre 33 divisas globais;
  • A reforma da Previdência é o ponto central para 2019, avançando com iniciativas de correção das contas públicas;

Inflação acumulada 2018 e últimos 12 meses

Confira nossa tabela abaixo, mostrando o mês a mês, acumulado 2018 e últimos 12 meses:

MêsInflação mensal
Índice acumulado
2018

Acumulado nos últimos 12 meses

Inflação novembro-0,21%3,59%4,04%
Inflação outubro0,45%3,808%4,556%
Inflação setembro0,48%3,343%4,525%
Inflação agosto-0,09%2,849%4,192%
Inflação julho0,33%2,942%4,484%
Inflação junho1,26%2,603%4,391%
Inflação maio0,40%1,326%2,854%
Inflação abril0,22%0,923%2,762%
Inflação março0,09%0,701%2,680%
Inflação fevereiro0,32%0,610%2,844%
Inflação janeiro0,29%0,290%2,855%

Analisando a inflação hoje

As principais causas da inflação em alta no mês de outubro foi transportes e alimentação. No caso dos transportes, a alta bateu 0,92%, influenciada pelo aumento no etanol, óleo diesel e gasolina.

O ramo de alimentação e bebidas teve alta de 0,59% nos seus preços, os produtos que mais ficaram caros na mesa do brasileiro, foi o tomate, frango e carne. Veja na tabela como ficou as outras categorias:

  • Habitação: +0,14%;
  • Artigos de residência: 0,76%;
  • Vestuário: +0,33%;
  • Saúde e cuidados pessoais: +0,27%;
  • Despesas pessoais: +0,25%;
  • Educação: +0,04%;
  • Comunicação: +0,02%

Inflação acumulada 2018

Inflação de 2017 mensal

Mês / 2017Inflação mês a mês
Índice acumulado
2017

Acumulado nos últimos 12 meses

Dezembro0,44%2,947%2,947%
Novembro0,28%2,496%2,803%
Outubro0,42%2,210%2,701%
Setembro0,16%1,782%2,537%
Agosto0,19%1,620%2,455%
Julho0,24%1,427%2,711%
Junho-0,23%1,184%2,998%
Maio0,31%1,417%3,597%
Abril0,14%1,104%4,082%
Março0,25%0,963%4,571%
Fevereiro0,33%0,711%4,758%
Janeiro0,38%0,380%5,354%

Inflação de 2016 mensal

Mês / 2016Inflação mês a mês
Índice acumulado
2016

Acumulado nos últimos 12 meses

Dezembro0,30%6,288%6,288%
Novembro0,18%5,970%6,987%
Outubro0,26%5,779%7,873%
Setembro0,08%5,505%8,476%
Agosto0,44%5,421%8,975%
Julho0,52%4,959%8,736%
Junho0,35%4,416%8,844%
Maio0,78%4,052%9,321%
Abril0,61%3,246%9,278%
Março0,43%2,620%9,386%
Fevereiro0,90%2,181%10,356%
Janeiro1,27%1,270%10,706%

Projeção da Inflação 2019 até 2022

Abaixo temos uma tabela divulgado pelo boletim Focus, do Banco Central. Nela é possível ver a estimativa de inflação para 2018 e 2019. Está é uma meta fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN):

PREVISÃO20182019
Produto Interno Bruto (PIB)2,7%2,50%
Inflação Brasil4,13%4,20%
Taxa Selic6,50%8%
DólarR$ 3,70R$ 3,76

Nesta quinta feira, 22 de novembro de 2018, o Governo aumentou a previsão de inflação 2018 para 4,3% e ainda fez uma projeção de queda para o PIB (Produto Interno Bruto) de 1,6% para 1,4%.

Como podem ver, existe uma perspectiva de mercado, dizendo que a taxa Selic vai subir de 6,50% para 8% ao ano, o dólar vai subir ligeiramente para R$3,76. Fique sempre ligado na taxa Selic hoje, não se esqueçam investidores!

A balança comercial deve cair de 57 para 51 bilhões de dólares. Já o investimento estrangeiro direto, sobe de 70 para 75 bilhões de dólares.

VEJA: TAXA SELIC HOJE.
CDI HOJE.

O que é inflação?

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (significado de INPCA), vulgo IPCA, foi desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é o indicador oficial no Brasil para medir a inflação.

Inflação de demanda

É quando há oferta supera a demanda, quando existe mais procura do que oferta. Exemplo, o que aconteceu no setor de imóveis nos últimos anos: O governo do PT liberou muito dinheiro para a população de classe média, e no final tínhamos mais gente querendo comprar do que imóveis a venda, acontecendo a inflação de demanda.

Inflação de custo

É quando a produção aumenta, mas a sua procura cai. Exemplo do Brasil atualmente: Os custos de produção estão subindo, graças aos impostos cada vez mais caros, porém, o brasileiro compra cada vez menos, por estar passando por uma crise política e empregos, com milhões de desempregados.

Mais custos de produção, maior preço, aliado a crise política e de desemprego, aonde ninguém quer comprar aos montes, assim é classificada a inflação de custo.

Inflação inercial

Diferente da inflação demanda e custos, a inercial tende a durar anos, e não tem instabilidade, ela apenas cresce. O preço do etanol subiu, sendo assim o alimento sobe, transporte sobe, o salário dos funcionários vai ter que subir junto, os empresários não são bobos, vão subir os preços das coisas, e assim vai…virando Venezuela e Argentina, atualmente.

Para combater este tipo de cenário inflacionário, precisa ter um aumento na oferta, ficando bem próximo ao número de procura, e claro, forçando a produção nacional, através da redução de impostos e preços na produção.

É o desafio do governo Bolsonaro, não deixar que o Brasil vire uma inflação inercial.

Inflação atual

Relação entre taxa de juros e inflação

A taxa de juros não controla a inflação, apesar de ser um sonho de qualquer governo, não tem como. O objetivo da taxa Selic controlar os juros, que indiretamente afea na inflação.

Importância da inflação nos investimentos

Os investidores tem sempre que ficar ligados na inflação do país, isso porque não adianta pegar um juros de 0,4% ao mês, se a inflação bateu 4,5% no mês, é necessário render sempre acima da inflação.

A mesma Coca Cola lata que antes era 4,00 reais, e era possível pagar com os juros do investimento, agora é 4,50 reais, graças a inflação, e não é mais possível ser comprada com o juros do investimento.

Ou seja, você está perdendo dinheiro para a inflação, um dos maiores riscos de investimentos de renda fixa, por isso é necessário sempre estar ligado.

Leave a Reply